Educao e Cultura

INSCRIES ABERTAS

Regional de Pedro Afonso divulga Prmio Gesto Escolar

01/07/2020 11h27 - Atualizado em 06/07/2020 10h30

Uma das mais importantes iniciativas de reconhecimento de boas práticas nas escolas brasileiras, o Prêmio Gestão Escolar (PGE) está com inscrições abertas para a edição 2020. Organizado pelo Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), em conjunto com a Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o PGE segue recebendo inscrições até o dia 15 de agosto. O edital e as inscrições estão disponíveis no site premiogestaoescolar.com.br.

Como forma de potencializar as inscrições das escolas públicas na premiação, a Diretoria Regional de Educação de Pedro Afonso tem realizado um trabalho de divulgação do PGE junto às secretarias de educação dos municípios jurisdicionados à Regional.

O trabalho, conforme o diretor Neurisvaldo Rodrigues de Amorim, tem como objetivo tirar dúvidas e promover o Prêmio também nas escolas das redes municipais. “O trabalho de divulgação e mobilização para o Prêmio Gestão 2020, na Regional de Pedro Afonso, tem sido em regime de colaboração e parceira com as escolas estaduais e municipais”, destacou.

A Regional de Pedro Afonso conta com sete municípios: Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Itacajá, Pedro Afonso, Recursolândia, Santa Maria do Tocantins e Tupirama. Desta forma, o primeiro passo foi criar um comitê regional para estudar o edital e outros documentos do PGE 2020. A partir daí, nesta terça-feira, 30, foi realizada um webconferência com os dirigentes municipais de educação, diretores das escolas estaduais e representantes do comitê estadual do prêmio para que todas as informações fossem repassadas.

 “Ao participar da reunião de divulgação do prêmio, fiquei motivada com o entusiasmo com que foi relatado todo o processo desse evento. Fica claro que qualquer um tem condições de participar, desde que se empenhe. Ao ouvir o relato dos profissionais que tiveram momento de fala, fiquei muito empolgada para fazer parte desse projeto. Sem dúvida vamos nos mobilizar para a próxima edição”, pontuou a gestora do Fundo Municipal de Educação de Santa Maria do Tocantins, Camila Brock Penz.

Diante da pandemia do coronavírus, a organização do PGE propôs, para 2020, uma edição especial, que visa reconhecer as iniciativas das escolas no sentido de encontrar soluções para manter o vínculo com os estudantes mesmo com as medidas de afastamento social.

Neste sentido, a coordenadora estadual do PGE no Tocantins, Leda Maria Tomazi Fagundes, destacou a necessidade de se buscar caminhos coletivamente. “Assim, com certeza, o processo de ensino e aprendizagem do Estado do Tocantins ficará mais fortalecido. Juntos, unidos, podemos transformar o momento de apreensão em soluções criativas”, destacou.

Nacionalmente, o prêmio é coordenado pela secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar. Para a gestora, esse trabalho de divulgação é fundamental para que todas as escolas tocantinenses possam inscrever iniciativas inovadoras e que tenham apresentado bons resultados para a educação. “O objetivo é valorizar aqueles que trabalham como equipe, com corresponsabilidades na gestão, no ensino, na aprendizagem e na solução de problemas”, explicou.

Prêmio Gestão Escolar

Realizado desde 1998, o Prêmio Gestão Escolar contempla projetos eficientes e inovadores de gestão na Educação Básica da rede pública de todo o país. Nessas duas décadas, cerca de 40 mil inscrições de escolas foram registradas e mais de 8 milhões de estudantes foram beneficiados com os projetos implantados pelos diretores inscritos.

Pode se inscrever gestores e professores de escolas regulares de educação básica pública de qualquer etapa: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. As inscrições vão até o dia 15 de agosto. Para participar, a equipe escolar deve preencher o cadastro da escola no PGE, enviando relato de experiência sobre as soluções encontradas pela escola para a continuidade das atividades escolares durante o afastamento social. Além do relato, a escola deve cadastrar elementos que comprovem as ações, como vídeos e fotos, para enriquecer a sua proposta.

Uma das novidades deste ano é que serão premiados, além do diretor escolar, o coordenador pedagógico e quatro professores das escolas selecionadas.