Poltica

EFEITO CORONAVRUS

Prefeitura de Pedro Afonso altera decreto, e estabelecimentos comerciais voltam a funcionar com restries

02/04/2020 11h27 - Atualizado em 15/04/2020 16h50

A Prefeitura de Pedro Afonso fez alterações no decreto 084/2020 no qual declarou situação de emergência em saúde público no município como forma de combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O novo decreto, que tem 12 páginas, libera o funcionamento de vários estabelecimentos.

Clique aqui e leia o decreto na íntegra.

A flexibilização vale para oficinas mecânicas, autopeças, borracharias, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, panificadoras, sorveterias, açaiterias, lavajatos, feiras abertas, serralherias, marcenarias, lojas de roupas, óticas, sapatarias, empresas de serviço de venda de internet, escritórios em geral, lojas de telecomunicações, bares, distribuidores de bebidas, conveniências, distribuidores de gás de cozinha, supermercados, lojas material de construção, lojas agropecuárias, pet shops, açougues, mercearias, farmácia/drogarias, postos de gasolina, papelarias/produtos de informática, salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, estabelecimentos médicos, hospitalares, farmacêuticos e/ou psicológicos, laboratórios de análises clínicas, clínicas de fisioterapia e de vacinações, clínicas odontológicas, hotéis, pousadas, dormitórios, lavanderias e empresas públicas/privadas que realizam transportes de pessoas.

Continuam fechados ao público igrejas, templos, clubes em geral, academias públicas/privadas, ginásios de esportes, parques infantis, casa de shows, lan houses e piscinas de clubes.

As aulas em escolas públicas/privadas, creches públicas/privadas, e escolas de reforço particulares seguem suspensas.

Até este domingo, 29, Pedro Afonso não registrou nenhum caso do Covid-19.